sexta-feira, 23 de julho de 2010

A história da bacia sanitária.

Pelo que me lembro vaso sanitário chamava-se vaso ou privada. Agora chama-se bacia sanitária. E eu achava que vaso sanitário era vaso e pronto sendo que na minha cabeça só tinha um modelo de várias cores. Quantas vezes você já foi num lugar e ficou impressionada com o modelo do vaso, ou melhor, da bacia sanitária do lugar: Se você for como eu nenhuma. Pois bem, saiba que se você for reformar você vai descobrir que existem vários modelos, e alguns com preços absurdos, e pode até lhe dar uma pequena dor de cabeça: Até agora estamos comprando a maioria dos materiais num mesmo lugar (Castelli Materiais de Construção), é perto de casa, os preços são bons, bom atendimento, não cobram taxa de entrega, enfim é uma boa loja. Porém, quando fomos escolher a tal bacia lá só tinha o modelo que eu não queria, (como assim, você não acabou de falar que nunca repara nisso). O que acontece que os modelos “da moda” são cheio de voltinhas todo trabalhado, mais ou menos assim:

E na loja só tinha este. Tudo bem é bonito, mas imagina que chato de limpar que deve ser. Daí a gente foi em outra loja (Beira Rio, da estrada do moinho) e achei do modelo que eu queria, com acabamento mais liso, desse jeito:

Mesmo não sendo muito bem atendida, comprei duas bacias e outras coisas da reforma, o que saiu um valor considerável. Na hora de pagar descobri que eles praticamente não deram desconto (porque eu pago no construcard, que eles recebem a vista) e ainda cobraram taxa de entrega. Saí insatisfeita, com aquela sensação de ter feito mau negócio. O vendedor ficou de me ligar antes da entrega para eu poder ir receber os materiais. Dois dias depois ele me liga, fala que o pessoal da entrega está na frente da minha casa. Fiquei super brava e falei pra ele ligar e pedir para esperar que eu chegaria em cinco minutos, e cheguei. Fui correndo e na hora que eu olho não tem caminhão nenhum na frente do prédio, quando eu olho para dentro encontro duas bacias sanitárias de voltinhas, exatamente as que eu não queria! Liguei correndo para o vendedor, ele pediu que eu esperasse para o entregador ir buscar de volta. Fiquei esperando um tempão até eles buscaram e me avisaram que as minhas somente iriam ser entregues no dia seguinte, é brincadeira! No final chegaram as que eu queria, e ficou a lição de nunca mais voltar naquela loja!

2 comentários:

  1. otimismo Flor

    Beijinhos e ótimo findi

    ResponderExcluir
  2. Reforma é assim mesmo!!! Parece que loja de materiais de construção foram feitas para testar a paciencia... Mais tenha fé!

    ResponderExcluir

Comente aqui: